E O Vento Levou ~

Vendaval

"No fim, tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar: um estribilho antigo, um carinho no momento precioso, o folhear de um livro de poemas, o cheiro que tinha um dia o próprio vento..."
(Mário Quintana)


Uma forte ventania bateu e levou a apresentação do blog embora. Como dá pra ver ai em cima, só sobrou uma pessoa e alguns textos... serve? =)


A Pessoa

Michelle Rodrigues. 17 anos. Projeto de escritora e dona do poodle mais lindo que existe. Dona do blog 'E O Vento Levou' desde 22 de maio de 2008. Smile. That's all. Beijoscomente. orkut.







Colaboradora



Na gaveta


Links

» UOL - O melhor conteúdo
» BOL - E-mail grátis

» Chronicles About Me
» De Férias Neste Planeta
» Debbys
» Drop of Madness
» Garatujando
» Hialoplasma
» Lush Pepper
» Minhas Ideias Soltas
» Pie
» Ponta do Durex
» Rubem Alves
» Te Dou Um Dado?

(links em construção)

Visitas

Créditos


Layout por Felipe Almeida
Hospedagem por Uol Blog
Textos por Michelle Rodrigues

03/02/2009

O buraco negro

Tenho tudo por aqui. Uma rotina, amigos, compromissos e uma história. Tem com quem conversar, com quem rir e até mesmo quem enxugar as minhas lágrimas quando eu chorar. Tem um sonho, um objetivo. E metas traçadas para chegar até ele. Tem uma roupa preferida, o sapato mais confortável, a escova de dentes, a caneta mais macia e a comida mais deliciosa de todas. Tem o cotidiano, tem as notícias nos jornais, têm os livros a serem lidos, as frases mais tocantes e as músicas especiais. Tem o meu cachorro, as tarefas, a preguiça, as conversas, as datas comemorativas e a chuva na madrugada. Tem os fins de semana em festas e outros solitários. Tem a revista com o ídolo, a novela com o mocinho lindo, o jornal com os quadrinhos, a internet com toda a diversidade.

E tem o vazio. Aquele teimoso e estranho vazio. Não sei de onde veio e desde quando está aí, mas o fato é que ele existe. E em meio a tanta coisa que tenho, ele incansavelmente se faz presente. Vez ou outra vejo-me diante dele e me ponho a pensar em uma maneira de como tira-lo de mim. Se há um vazio é porque há uma falta, e se há essa falta deve ser realmente porque anda faltando alguma coisa por aí. Mas algo que eu não sei o que é. Como pode algo fazer falta sendo que nem sei o que é? A única coisa que sei sobre tal é que é, deveras, algo grande e importante. Só pode ser, para ter tamanho peso em mim! É na hora de escrever algo, enquanto lavo uma louça ou quando ouço uma Bossa Nova é que me lembro desse vazio. É quando estou assim, com a cabeça nas nuvens, pensando em algo sem muita importância, sabe? O vazio vem... Enche meus olhos, meus pulmões e minha mente. Tudo fica no nada. Tudo torna-se nada. Um buraco negro em meio a tantas coisas que há na minha vida. É como sentir saudades de alguém que você nem conhece. Um espaço vago. Um nada. E não da para entender isso: em meio a tudo, sempre faltar algo.

 

Metade de mim é o que eu grito
mas a outra metade é silêncio.

Oswaldo Montenegro


Soprado por Mih às 14h00

[ ] | [ envie esta mensagem ] | [ ]

______________________________________________


02/02/2009

Presente

É estranho olhar esse meu post passado e perceber que ele foi escrito a exatamente um ano atrás. Não sei o porquê que resolvi postá-lo a três meses atrás, mas o fato é que escrito mesmo ele foi a exatamente um ano! Ficou lá, esquecido na minha pasta de Textos até que quando eu o reli, o sentimento foi o mesmo: foi como se eu o tivesse escrito a cinco minutos. Estranho, não? Mas o fato é que voltei (agora pra ficar, porque aqui, aqui é o meu lugar... TA!). A saudade desse mundo de letras & sentimentos voltou - e com força - , e agora, estou de volta! Foram 3 meses de ausência, e que claro, aconteceram muitas coisas. Meus últimos dias têm sido regados a acordar meio-dia, passar a tarde trabalhando na lan house do meu pai e depois é que bate o desespero: nada para fazer. Televisão, ler, comer. Já cansei disso, enjoei. Já bateu a saudade da escola (eu sei que daqui duas semanas vou me arrepender de ter dito isso, mas enfim), e depois de amanhã estou voltando a correria louca de escola-trabalho-cursinho. E esse ano, mais do que nunca, o item 'ESTUDAR' entrou com força total na minha lista de Objetivos 2009. Além de festar muito, perder barriga e ler mais livros, claro. Tenho plena consciência de que o vestibular vai estar ai quando eu piscar, e como comprovaram pesquisas: é mais fácil acertar na loteria do que passar em um vestibular sem estudar. (ui!)

Tenho andado ansiosa demais por esses dias, tanto é que cheguei a perder 5 quilos em uma semana! Nada grave, hoje estou melhor. Ando lendo pra caramba e pretendo voltar a escrever mais ainda. Tenho ouvido muito, Bob Marley, Cazuza, The Smiths, Engenheiros e dias atrás descobri Little Joy e Taylor Swift. Acho que tenho andado em boa companhia. Bom, hoje foi só um 'oi' mesmo. Volto depois com 'textos de verdade'! Beijos e saudade de vocês =)

Não da para ficar longe disso. Ah, manemmorta.

 


Soprado por Mih às 15h58

[ ] | [ envie esta mensagem ] | [ ]

______________________________________________




» | Layout by Lipe - NO COPYCATS | «