E O Vento Levou ~

Vendaval

"No fim, tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar: um estribilho antigo, um carinho no momento precioso, o folhear de um livro de poemas, o cheiro que tinha um dia o próprio vento..."
(Mário Quintana)


Uma forte ventania bateu e levou a apresentação do blog embora. Como dá pra ver ai em cima, só sobrou uma pessoa e alguns textos... serve? =)


A Pessoa

Michelle Rodrigues. 17 anos. Projeto de escritora e dona do poodle mais lindo que existe. Dona do blog 'E O Vento Levou' desde 22 de maio de 2008. Smile. That's all. Beijoscomente. orkut.







Colaboradora



Na gaveta


Links

» UOL - O melhor conteúdo
» BOL - E-mail grátis

» Chronicles About Me
» De Férias Neste Planeta
» Debbys
» Drop of Madness
» Garatujando
» Hialoplasma
» Lush Pepper
» Minhas Ideias Soltas
» Pie
» Ponta do Durex
» Rubem Alves
» Te Dou Um Dado?

(links em construção)

Visitas

Créditos


Layout por Felipe Almeida
Hospedagem por Uol Blog
Textos por Michelle Rodrigues

17/02/2009

(...)

Não se sentia covarde como às vezes achava que deveria se sentir por ter desistido disso tudo. Passar a vida correndo atrás do impossível e acreditando cegamente no improvável não era o melhor a ser feito. Logo ela que sempre se portou como a mais realista de todos. Estava andando em círculos. Dando murro em ponta de faca. Depositando a sua fé em uma utopia. Vivendo dias iguais de formas iguais – uma luta que não tinha fim. E então, meio que tão de repente, acordou. Não foi fácil perceber que o seu sonho havia se tornado uma impossibilidade. Mas notou que foi nesse exato momento, quando passou a enxergar as coisas como elas realmente são, é que pôde se erguer e mudar o rumo da sua história. Encontrou na desistência uma paz que nunca imaginara encontrar. A ansiedade tornou-se calma, aprendendo de certa forma a aceitar a realidade. Era incrível como doía e dava alívio ao mesmo tempo. “Quando não se dá para ganhar um jogo, é simples, se desiste”. E foi o que fez. Mas dentro de si carrega uma certeza: a de que mais cedo ou mais tarde, assim como a luta, essa desistência também vai valer a pena.

 


Soprado por Mih às 14h02

[ ] | [ envie esta mensagem ] | [ ]

______________________________________________




» | Layout by Lipe - NO COPYCATS | «